top of page
  • Foto do escritorAutomobilize-se

Primeiro polo de kartismo da região de Campinas completa 12 anos

O Kartódromo Internacional San Marino, com sede na cidade de Paulínia, no interior de São Paulo, contribui com a formação de novos pilotos e na difusão do esporte, estimulando a geração de empregos e os negócios do setor

O Kartódromo Internacional  San Marino, completa 12 anos
O Kartódromo Internacional San Marino, completa 12 anos

O Kartódromo Internacional San Marino, primeiro centro de kartismo da região metropolitana de Campinas, completa 12 anos nesta quinta-feira, dia 12 de outubro. Além de ser sede de mais de 20 equipes de kart e de cerca de 50 campeonatos fixos e eventuais, ajudando a fomentar o kartismo regional e a formar pilotos, o complexo auxilia na geração de empregos e a movimentar negócios relacionados ao esporte.


Conforme Fábio Dias, proprietário de uma loja de peças e acessórios para kart sediada no kartódromo de Paulínia, o setor também ganhou uma nova dinâmica, com a consolidação do complexo na região de Campinas. “O San Marino, hoje, é um grande centro de atividades do segmento de kart, por sediar diversas equipes e campeonatos regionais, e também ajudar a formar pilotos para os campeonatos nacionais, pelo pontencial dos pilotos e das próprias equipes, pela qualidade de mão de obra. E isso, por sua vez, faz com que a loja sempre esteja atualizada, para poder atendê-los aqui no kartódromo, movimentando também as fábricas nacionais e internacionais do setor”, avalia o empresário.


Para Dias, não há dúvidas sobre a importância do complexo para a geração de empregos e para o esporte. “As equipes também são geradoras de empregos: 90% da mão de obra está num raio de 90 km. E por estar em um local estratégico, ao lado de Campinas, o San Marino influenciou muito na implementação e difusão do kartismo na região, no estado de São Paulo e até estados vizinhos. Isso é o que nos motiva a estar aqui, desde janeiro de 2019”, ressalta.


A reconfiguração de parte de sua área externa, para a criação de um espaço de eventos de pequeno porte, também foi uma aposta da atual administração. O objetivo, segundo a diretora do San Marino, Josilene Andrade, é fazer do complexo um dos polos turísticos da região. “Desde o início, temos a preocupação de preservar boa parte da área verde nativa, o que torna todo o entorno da pista muito agradável. Como sempre recebemos elogios de frequentadores e de visitantes ocasionais, em relação à nossa estrutura, resolvemos unir a possibilidade da prática do esporte com o lazer, pois o turismo é um setor que tem crescido muito na região de Campinas”, ressalta Josilene.


O kartismo também é muito mais acessível, atualmente, por conta da disponibilidade da modalidade rental. Com uma frota de 100 karts de aluguel, para maiores de 13 anos, o San Marino vem contribuindo com o aumento gradativo do número de adeptos do esporte, que formam grupos e passam a treinar e competir periodicamente, mesmo sem possuir kart próprio.


Celeiro de pilotos, nome do complexo homenageia último GP de Senna


Desde outubro de 2011, quando foi inaugurado, o Kartódromo San Marino contabiliza mais de 30 títulos de relevância nacional e internacional, conquistados por pilotos profissionais que já treinaram ou têm o kartódromo como base, levando-se em conta apenas o Brasileiro de Kart, a Copa Brasil e o Sul-Americano de Kart.


Homologado pela Confederação Brasileira de Automobilismo como internacional, devido à infraestrutura e aprimoramento constante, o nome do centro esportivo homenageia o último Grande Prêmio do tricampeão mundial Ayrton Senna.


0 comentário

Comments


Mais notícias

bottom of page