top of page
  • Foto do escritorAutomobilize-se

Ação ambiental na Stock Car: óleo lubrificante usado pelas equipes terá destino sustentável


Stock Car chega ao Rio Grande do Sul com ação ambiental
Stock Car chega ao Rio Grande do Sul com ação ambiental

Com 2.153km de extensão e um total de 9 curvas, o autódromo Velopark será palco da 8ª etapa da temporada 2023 da Stock Car Pro Series. No final de semana de 16 a 17 de setembro a competição desembarca na cidade de Nova Santa Rita (RS), o óleo lubrificante usado por todas as equipes será coletado e posteriormente reinserido na cadeia produtiva, de forma ética e sustentável.


A Lwart Soluções Ambientais é a responsável pela coleta nesta e em todas as etapas da temporada. O resíduo gerado ao longo do campeonato passará pelo processo de rerrefino, retornando ao mercado em forma de óleo básico de alta performance, matéria prima que após a aditivação voltará a ser óleo lubrificante. A iniciativa, dada a abrangência e, acima de tudo, o compromisso com a sustentabilidade, posiciona a categoria como um case de economia circular.


Conhecido como OLUC, o óleo lubrificante usado ou contaminado é um resíduo perigoso presente em motores de automóveis e indústrias, devendo ser separado e gerenciado de forma adequada. A legislação brasileira* determina que todo OLUC deve ser coletado e destinado para o rerrefino, proibindo taxativamente o uso do resíduo como combustível, destinação para queima ou para quaisquer outros fins. Para ter uma ideia do impacto causado pelo descarte incorreto, segundo a AMBIOLUC, entidade que representa o setor, um único litro de óleo lubrificante usado é capaz de contaminar 1 milhão de litros de água. Além disso, para cada 10 litros queimados são gerados 20 gramas de metais pesados, conforme dados da Cetesb.


“ É muito importante para nós ver os resultados positivos de nossas ações dentro de cada etapa, afinal, garantimos que o óleo lubrificante usado seja gerenciado de forma segura e responsável até o destino correto. Agora no Rio Grande do Sul, continuamos com esse propósito e esperamos deixar o nosso legado de sustentabilidade.” explica Rodrigo Maia, Diretor de Coleta e Logística da Lwart Soluções Ambientais.


Para a coleta do óleo gerado pelos carros dos participantes, tanto nos treinos quanto nas provas, serão instalados tambores próximos aos boxes das equipes. Ao final do evento, esse resíduo coletado é devidamente armazenado e transportado por um caminhão específico até a matriz da Lwart em Lençóis Paulista/SP, uma das plantas mais modernas do mundo para rerrefino de óleo lubrificante usado. Por conta da iniciativa, a Stock Car receberá o Certificado de Coleta de Óleo e o Certificado de Destinação Final, documentos que atestam a conformidade com as normas ambientais.


Após sua coleta, o óleo lubrificante usado passa pelo processo chamado de rerrefino, para voltar a ser óleo básico, matéria prima para produção de lubrificantes. O conjunto tecnológico de ponta da Lwart permite o aproveitamento de praticamente 100% do OLUC que entra no processo industrial e a transformação desse resíduo em óleo básico de alta performance, com qualidade igual ou superior ao produto de primeiro refino.

O óleo básico, por sua vez, é destinado aos principais produtores, que o aditivam e o transformam novamente em lubrificante. O óleo então volta ao mercado em forma de produtos industriais, agrícolas, automotivos e elétricos, criando um ciclo sustentável e infinito.

0 comentário

Comments


Mais notícias

bottom of page