top of page
  • Foto do escritorAutomobilize-se

6 Horas de Ímola esquentam temporada 2024 do FIA WEC

Famoso circuito italiano receberá o Mundial de Endurance pela primeira vez. Atividades de pista começam na sexta-feira, enquanto a corrida tem largada prevista para 8h (horário de Brasília) deste domingo, 21 de abril



O campeonato dos carros mais cobiçados do mundo acelera neste fim de semana (19 a 21/04) para a segunda etapa da temporada 2024. Depois de abrir o calendário no início de março com a disputa da Qatar Airways 1812 Km do Qatar, no LusailInternational Circuit, o FIA WEC faz seu primeiro desembarque do ano na Europa para correr as 6 Horas de Ímola, corrida que será disputada no domingo, a partir de 8h (horário de Brasília). Depois do lendário Autódromo de Monza ter sido o palco da categoria entre 2021 e 2023, será a primeira vez que o circuito localizado próximo a Bolonha vai receber uma etapa do Mundial de Endurance. Entretanto, o traçado de 4.909 metros do Autódromo Enzo e Dino Ferrari é conhecido de muitos pilotos que compõem o grid do Mundial nas classes Hypercar e LMGT3.


Um dos países de maior tradição e história no esporte a motor, a Itália tem três montadoras inscritas no FIA WEC nesta temporada: Ferrari, Lamborghini e Isotta Fraschini. E nada menos que nove dos 37 carros inscritos na etapa deste fim de semana são de equipes locais. Destaque também para o ícone do esporte a motor e que em 2024 faz seu primeiro ano correndo no Mundial de Endurance: o heptacampeão de MotoGP Valentino Rossi, que defende atualmente a BMW na classe LMGT3 pelo Team WRT.


A relação dos carros e pilotos inscritos para as 6 Horas de Ímola é quase idêntica ao que foi visto no Oriente Médio no começo da temporada, com somente duas mudanças. A Cadillac Racing, que corre em parceria com a equipe Ganassi, vai para a Itália com apenas dois pilotos no seu V-Series.R #2 da classe Hypercar: o neozelandês Earl Bamber e o britânico Alex Lynn. Sébastien Bourdais, francês que completou o trio no Qatar, não corre na Itália. E o francês Jules Gounon vai substituir Ferdinand Habsburg no Hypercar #35 da Alpine Endurance Team em razão de o austríaco ainda estar em recuperação de acidente sofrido durante testes em Aragón no fim de março.


A segunda etapa da temporada será um desafio distinto do calor que os competidores enfrentaram no Qatar. Em Doha, a prova teve quase dez horas de duração, em um misto de dia e noite. Já em Ímola, o site especializado ‘Accuweather’ prevê 57% de chance de chuva e temperatura máxima estimada em 18ºC para o dia da corrida.


Na pista, a concorrência terá a missão de equilibrar as forças depois do protagonismo exercido pela Porsche tanto entre os Hypercar como na classe LMGT3. Na categoria dos protótipos mais incríveis do mundo, a fábrica de Stuttgart ocupou os três lugares no pódio no Qatar, com vitória da tripulação da Porsche Penske no carro #6, formada pelo francês Kévin Estre, o alemão André Lotterer e o belga Laurens Vanthoor. Entre os LMGT3, o triunfo ficou com a MantheyPurerxcing e o trio de pilotos composto pelo bielorrusso AliaksandrMalykhin, o alemão Joel Burn e o austríaco Klaus Bachler.


Brasileiros com perspectivas distintas — Inscritos para a temporada do FIA WEC na classe LMGT3, Augusto Farfus e Nicolas Costa chegam à Itália nesta semana com sentimentos opostos sobre o que esperar do segundo embate do ano no campeonato.


Curitibano de 40 anos, Farfus vem da sexta colocação na Qatar Airways 1812 Km do Qatar com a BMW M4 LMGT3 #31 do Team WRT ao lado do indonésio Sean Gelael e do britânico Darren Leung. Para Ímola, o foco do piloto é somar pontos preciosos para a sequência da temporada. “A nossa equipe testou recentemente em Ímola. Entendo que será um traçado um pouco mais difícil para nós por conta das características da pista e do asfalto. Entretanto, o objetivo é pontuar sempre porque o FIA WEC é um campeonato mais de regularidade do que de resultados separados”, salientou.



Por sua vez, Nicolas Costa vem com as esperanças renovadas. O piloto avançou com a tripulação do McLaren 720S GT3 Evo #59 da United Autosports para a Hyperpole no Qatar, mas um incidente na primeira volta colocou fim às esperanças de um bom resultado. Agora, o carioca de 32 anos, que corre ao lado do suíço GrégoireSaucy e do britânico James Cottingham, espera grandes coisas de uma velha conhecida dos tempos em que correu na Itália, em 2016.


“Temos tudo para irmos muito bem em Ímola. É uma pista que conheço, diferente de Lusail, então já é uma coisa a menos para me preocupar. É um circuito que amo. Já morei perto quando corri na Itália, então é um lugar que realmente guardo com muito carinho”, disse.


Nicolas também mencionou um fato que mexe com os corações do público brasileiro e mundial e planeja homenagear um dos seus maiores ídolos na pista italiana. “Correr de McLaren em Ímola, dez dias antes do aniversário de 30 anos da morte do Ayrton Senna, torna tudo ainda mais emocionante. Vai ser uma corrida para se guardar na memória, então espero que a gente consiga performar e honrar nossas raízes lá”, concluiu.


As 6 Horas de Ímola terão transmissão ao vivo do canal BandSports, na TV por assinatura, e por streaming no canal do site Grande Prêmio no YouTube, com a exibição dos treinos e da sessão classificatória. Confira a seguir os horários da segunda etapa do FIA WEC 2024 e a lista de inscritos para o fim de semana.


FIA WEC, temporada 2024

6 Horas de Ímola, programação (horário de Brasília)

Sexta-feira, 19 de abril

Treino livre 1: 7h00

Treino livre 2: 12h15


Sábado, 20 de abril

Treino livre 3: 6h10

Classificação LMGT3: 9:45

Hyperpole LMGT3: 10:05

Classificação Hypercar: 10:25

HyperpoleHypercar: 10:45


Domingo, 21 de abril

Corrida: 8h


NÚMEROS GERAIS

Carros: 37

Modelos e versões diferentes: 18

Fábricas inscritas: 14, Porsche, Lamborghini, Ferrari, Toyota, McLaren, Peugeot, Aston Martin, BMW, Cadillac, Corvette, Ford, Isotta Fraschini, Alpine (Renault) e Lexus

Equipes: 24

Pilotos: 110

Nacionalidades: 29, França, Itália, Grã-Bretanha, Dinamarca, Bélgica, Suíça, Alemanha, Japão, Estados Unidos, Áustria, Espanha, Holanda, África do Sul, Austrália, Brasil, Canadá, Nova Zelândia, Rússia, China, Israel, Indonésia, Omã, Angola, Irlanda, Argentina, Noruega, Bielorrússia, Chile, Polônia.


CATEGORIA LMGT3

Carros: 18

Pilotos: 54

Equipes: 12, Heart of Racing Team, Team WRT, Vista AF Corse, United Autosports, Iron Lynx, Proton Competition, Akkodis ASP Team, TF Sport, Iron Dames, Manthey EMA, Manthey Pure Rxcing, D’Station Racing.


CATEGORIA HYPERCAR

Carros: 19

Pilotos: 56

Equipes: 12, Cadillac Racing, Porsche Penske Motorsport, Toyota Gazoo Racing, Isotta Fraschini, Hertz Team Jota, BMW M Team WRT, Alpine Endurance Team, Ferrari AF Corse, Lamborghini Iron Lynx, AF Corse, Peugeot TotalEnergies, Proton Competition.


MODELOS E VERSÕES CONFIRMADOS

Alpine A424, Aston Martin Vantage AMR LMGT3, BMW M Hybrid V8, BMW M4 LMGT3, Cadillac V-Series.R, Corvette Z06 LMGT3.R, Ferrari 296 LMGT3, Ferrari 499P, Ford Mustang LMGT3, Isotta Fraschini Tipo6-C, Lamborghini Huracan LMGT3 Evo2, Lamborghini SC63, Lexus RC F LMGT3, McLaren 720S LMGT3 Evo, Peugeot 9X8, Porsche 911 GT3 R LMGT3, Porsche 963, Toyota GR010.

0 comentário

Comments


Mais notícias

bottom of page